Câmara avança com a criação de bolsa de estacionamento na Pampilhosa

07 julho, 2023

Cmara avana com a criao de bolsa de estacionamento na Pampilhosa

O Município da Mealhada adjudicou a empreitada que vai criar a Bolsa de Estacionamento Joaquim Cruz, na baixa da Pampilhosa, uma obra que ultrapassa os 200 mil euros e contempla a criação de 39 lugares de estacionamento. O prazo de execução da obra é de cinco meses.

O novo parque de estacionamento será construído, na baixa da Pampilhosa, num lote de terreno do Município muito próximo da Estação de Caminhos de Ferro, numa zona estratégica para quem utiliza o comboio.

Além da estação de caminhos de ferro, nesta zona da vila existem diversos comércios locais cujos clientes beneficiarão deste estacionamento. Estamos a falar de uma zona algo condicionada em termos de trânsito, sem grandes soluções de estacionamento.

"Esta intervenção insere-se na nossa estratégia de mobilidade nos centros urbanos. Mobilidade essencialmente ao peão para que possa circular e usufruir em pleno do centro. Com esta bolsa, este núcleo fica circundado por parques de estacionamento, juntamente com o do mercado e do jardim, evitando assim o estacionamento desregulado", sublinha António Jorge Franco, presidente da Câmara da Mealhada.

A área de intervenção de construção da bolsa de estacionamento, incluindo parcialmente a rua da estação, é de cerca de 1766 metros quadrados. Prevê a existência de 36 lugares de estacionamento, sendo três lugares reservados a estacionamento para a mobilidade condicionada. Está ainda prevista uma área aproximada de 23 m2 para estacionamento de bicicletas e veículos motorizados.

"O nosso objetivo é criar uma solução organizada, não só para o estacionamento automóvel como para o de bicicletas, tendo em conta os percursos acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada, de forma a contribuir para a vitalidade económica e social da Pampilhosa", afirma o autarca.

 

Substituição da cobertura do Antigo Quartel dos Bombeiros da Pampilhosa

Ainda na Pampilhosa, o Município adjudicou também a obra de substituição da cobertura do antigo quartel dos bombeiros, atualmente sede do grupo de escuteiros.   A cobertura existente encontra-se bastante degradada, bem como as caleiras do edifício da antiga biblioteca. O anexo, que funciona como cozinha, possui cobertura em placas de fibrocimento. A intervenção prevê a substituição do revestimento da cobertura do pavilhão e anexo (antiga garagem do Quartel de Bombeiros da Pampilhosa), bem como a realização de trabalhos de impermeabilização de caleiras na cobertura da antiga biblioteca na Pampilhosa. A intervenção custará 31.800 euros e tem 60 dias de prazo de execução.

 

 

Mealhada, 7 de julho de 2023